29/12/2010

Oh, maybe the time is right.
Oh, maybe tonight.
I will be with you again.

o tempo que resta

29/12/2010

Quando se gasta muitas palavras para descrever sentimentos, tenho sempre a impressão de que não significam nada. A sensação de encontrar-se frente a frente com o espelho e não ter o que dizer talvez seja mais adequada. Encontros, escolhas, descobertas, segredos, ausência. É tudo tão já vivido e conhecido, mas surpreendentemente novo. E lembram uma velha música de Jagger e Richards: time waits for no one, no favours has he.

Este foi um bom ano.


Amor incondicional

19/09/2010

Afirmar que minha vida mudou é um lugar comum, mas é a mais pura verdade. Novas responsabilidades profissionais, chegar aos quarenta e ter um filho para criar indicam inúmeras mudanças. Só tenho me sentido solitário por conta da rotina do trabalho. Chego sempre tarde e todos dormem.

Ainda bem que tenho todas as manhãs para ficar com meu filho, João Gabriel. Não sei como pude viver tantos anos sem esse amor. Não imagino a vida sem ele. É a única coisa que importa de verdade.


Para o dia dos pais

06/08/2010

(Mais) Um belo texto do Cristo do Nordeste de Amaralina. Tem muito mais aqui ó.

Os incríveis brancaleones Rubro-Negros

agosto 5, 2010 por Franciel

Autoritário e narcísico, como todo bom pai deve ser, eu tinha um sonho: impor ao meu filho, quando ele desembarcasse neste vale de lágrimas, minhas concepções ético-filosóficas e culturais. Traduzindo: fazia-se mister (recebam, hereges, um mister pelos mamilos e distribuam) torná-lo torcedor do Esporte Clube Vitória.

Continue lendo »


40 anos esta noite

19/01/2010

O melhor presente.


Alma escrota

25/11/2009

“Eu agora nem quero mais me dar bem; eu só quero é prejudicar”
Vandex, gaúcho e filósofo


Adeus segunda

08/11/2009
vascoeurico

feliz 2010