Júri soberano

A Bahia inova mais uma vez no cenário cultural e transado da 7ª arte. O prêmio de melhor longa metragem da jornada de cinema foi entregue ao organizador da jornada pela “… contribuição à divulgação da produção cinematográfica, difusão do cinema contemporâneo produzido na Bahia e no Nordeste, e com vistas ao desenvolvimento da atividade cultural na região….” O organizador não se avexou e abiscoitou 10 mil teresinhas. Já o patrocinador não comeu nada desta “homenagem” e avisou que vai cobrar o dinheiro do prêmio.
Depois se queixam do estado de mendicância do cinema baiano…

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: